Volte ao SPIN

SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

domingo, 11 de abril de 2010

Cadê nosso(s) espelho(s)

A arte, entre elas o cinema, funciona como nossos espelhos, sim, da nossa cultura ou espírito ou corpo.

Agora mesmo ao almoçar num restaurante de propriedade de chineses que ainda não falam com desenvoltura o português, chamou-me a atenção o fato de que o que atendia no caixa estava vidrado num filme que ele assistia num notebook.

Me aproximei para ver que filme era e notei tratar-se de um filme chinês.

Foi quando atententei para o quanto o Brasil está atrasado no uso da sua cinematografia para avançar,,,as escolas não fazem conexão entre cinema e literatura, o que seria inclusive um jeito de levar os estudantes a se interessem pela leitura, por nossa literatura e até para diminuir a violência nas escolas pois, conforme reza o ditado popular, cabeça vazia oficina do diabo.

E Mazaroppi faz parte da nossa história..nos faz lembar de nosso derredor,,ao menos para uma grande parte de brasileiros que, assim como eu, veio da roça,,adoro o Mazaropi..ele a Dercy Gonçalves como empregada doméstica...

O que foi que ocorreu para que o cinema fosse interrompido no Brasil?
Tem a história da Vera Cruz que foi fechada,,muitas coisas se perderam,,profissionais foram demitidos...pena que o Brasil de vez em quando entre numas de destruir o que construiu,,,de obras de arte a estradas de ferro,,isto ocorreu no governo Collor e noutros anteriores a ele..

- Watch a funny movie here
"(...)Convidado por Abílio Pereira de Almeida e Franco Zampari, Mazzaropi estréia seu primeiro filme, intitulado Sai da Frente, em 1952, rodado pela Companhia Cinematográfica Vera Cruz, onde filmaria mais duas películas. Com as dificuldades financeiras da Vera Cruz, Mazzaropi faz, até 1958, mais cinco filmes por diversas produtoras. Naquele mesmo ano, vende sua casa e cria a PAM Filmes (Produções Amácio Mazzaropi). O primeiro filme da nova produtora é Chofer de Praça, que agora passa não só a produzir, mas distribuir as películas em todo o Brasil. Em 1959 é convidado por José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o famoso Boni, na época da TV Excelsior de São Paulo, a fazer um programa de variedades que fica no ar até 1962. Neste mesmo ano começa a produzir um de seus filmes mais famosos, o Jeca Tatu, que vai aos cinemas no ano seguinte. Em 1961, Mazzaropi adquire uma fazenda onde inicia a construção de seu primeiro estúdio de gravação, que produzirá seu primeiro filme em cores, Tristeza do Jeca, que também será o primeiro filme veiculado na televisão pela Excelsior e a ganhar prêmios para melhor ator coadjuvante, Genésio Arruda, e melhor canção. Seis anos mais tarde, lança o filme O Corintiano, recorde de bilheteria do cinema nacional. Em 1972 é recebido pelo então presidente da República, o general Emílio Garrastazu Médici, ao qual pede mais apoio ao cinema brasileiro. Em 1974, roda Portugal, minha saudade, com cenas gravadas no Brasil e em Portugal. No ano seguinte, começa a construir em Taubaté um grande estúdio cinematográfico, oficina de cenografia e um hotel para os atores e técnicos. A partir de então produz e distribui mais cinco filmes até 1979. Seu 33º filme, Maria Tomba Homem, nunca será terminado. Depois de 26 dias internado, Mazzaropi morre vítima de um câncer na medula óssea aos 69 anos de idade no hospital Albert Einstein de São Paulo. É enterrado na cidade de Pindamonhangaba, no mesmo cemitério onde seu pai já repousava."
Leia mais
.
Atualização - 21:00
Esqueci de dizer que, dentre estes detonadores do Brasil, o FHC foi outro destrabelhado que fez o favor de fazer um limpa,,a Vale do Rio Doce foi doada para seus amiguinhos,,,o sistema Telebrás foi entregue de mão beijada ao bandido Daniel Dantas, logo este ladrão público número um, o qual FHC chama de brilhante. Aí vem o FHC na maior cara dura e diz, no lançamento da candidatura Serra, que "o Brasil quer ver ladrão na cadeia". Quantos ladrões FHC pôs na cadeia? Quantos Arrudas ele mandou pro xilindró? O que se sabe é que, na Era FHC, a PF não saia às ruas. Apesar da roubalheira que, naquela época, pipocava por todos os lados.

Nenhum comentário: